Desenvolvimento da empresa

Toda a equipe de analistas e altos executivos do mercado polonês está se perguntando como melhorar o funcionamento de nossos nomes para que eles possam competir com suas contrapartes ocidentais mais próximas. Nunca é rápido encontrar uma solução conveniente para este ponto. As empresas e empresas polonesas perdem grandes quantias de dinheiro todos os anos no produto de mais propostas perdidas para investimentos saudáveis.

Se esta linha pudesse ser mudada, nós estaríamos esperando para levar o dinheiro que bombeado em sua economia daria um bom motivo para crescer. Enquanto isso, essas propostas geralmente são jogadas por empresas ocidentais. Os poloneses sofrem com as perdas financeiras do último prazo, por exemplo, no lucro de investir em sistemas que depois não são possíveis de serem realizados.Alega-se que o avanço no desenvolvimento é defender os assim chamados sistema de gestão integrada. Hoje, o poder de muitas empresas não está interessado nas mãos de uma pessoa e de todos os comitês ou associações de pessoas. O processo de tomada de decisão é prolongado neste lucro. Muitas vezes, as decisões são aceitas no período em que é, sem dúvida, rápido, até o último dia de atraso.O problema também é percebido pelo governo polonês, que quer assisti-lo de perto. Ele fala sobre o estabelecimento de um comitê especial que cria interesse na análise em vigor no projeto para eliminar a burocracia desnecessária, que está na fronteira da tomada eficiente de decisões.A Polónia tem o número mais difícil de funcionários do Grupo Europeu que olham para um homem. Neste pensamento, devemos pegar um modelo da Alemanha, que há cinco anos aprovou uma série de leis que visavam combater o excesso de burocracia. Graças ao número ainda menor de funcionários, o estado começou a economizar. Foi até porque eles não tiveram que escolher seu salário mensal agora. E as pessoas - especialmente as que estão no maior estado, ganham muito.Até hoje, alguns deles consideram o estado alemão como o montante de indenizações pagas, que eram muito pequenas para eles.