Taxa g caixa registradora

Cada um dos contribuintes obrigados a registrar vendas de produtos e ajudar com uma caixa registradora está bem ciente do número atual de requisitos detalhados no tamanho da propriedade e no serviço dos dispositivos em questão. Uma bebida dentre essas condições é a necessidade de realizar uma revisão técnica periódica da caixa registradora. Então, o que também surge quando deve ser feito? Qual é a relação entre a caixa registradora fiscal e a revisão técnica? Sobre isso em

Nos termos da Lei do IVA, as caixas registradoras devem estar sujeitas a inspeções técnicas periódicas. Após essa data, esse estágio foi estendido. Esta revisão é construída por um bom serviço. Antes de 1º de dezembro de 2008, as inspeções técnicas das caixas fiscais eram combinadas com um prazo anual. No caso de atos jurídicos atualmente vinculativos, as caixas registradoras devem ser ajustadas à revisão técnica a cada dois anos a partir da fiscalização ou desta revisão. No caso de um contribuinte não cumprir esta palavra, ele pode estar sujeito a sanções. Estou falando aqui, entre outros, da possibilidade de aplicar uma multa a um contribuinte por uma infração tributária, porque o fato de não sujeitar a caixa registradora a revisão periódica é considerado como manutenção inadequada do livro. Essa justificação resulta do produto 61 § 3 do Código Penal.Surge uma pergunta, de quem é a responsabilidade de conduzir essa revisão? Evidentemente, observar o tempo nesse fato vai para o contribuinte, não para o serviço. O proprietário da caixa registradora do novitus delio deve notificar o serviço sobre essa necessidade na data da revisão associada. Por outro lado, um técnico de caixa, juntamente com o § 31 par. 4 decisões sobre caixas registradoras devem executar uma revisão técnica obrigatória da caixa registradora no prazo de 5 dias após a notificação.O contribuinte também deve estar ciente de que o não cumprimento do prazo para revisão obrigatória da caixa registradora resulta na necessidade de devolver o desconto a partir da data de sua compra. Os contribuintes estão sujeitos a tais penalidades que, dentro de um período de três anos a partir da data de início da gravação da venda de bens / serviços, não criaram um envio da caixa registradora para análise técnica pelo serviço apropriado dentro do prazo aplicável.Em resumo, vale lembrar que apenas o usuário é responsável por cumprir o prazo de revisão.