Transporte de pessoas caixa registradora

Nós, contribuintes, com a caixa registradora, encontramos incidentemente em quase qualquer ritmo. Isso é o mesmo nos táxis, seja nas fábricas de alimentos, ou, portanto, nos cinemas, seja em várias lojas ou, finalmente, em ambientes que oferecem serviços diversos e menores. É claro que você pode trocar sem parar pelo conteúdo. Devemos lembrar também que, se comprarmos algo on-line, quando recebermos o pacote - além do próprio produto, também devemos receber um recibo.

Assim, ela se estende do fato de que os contribuintes que operam com transações de pessoas físicas (que, portanto, não realizam atividades comerciais, bem como agricultores de parcela única, têm - à luz da lei - a obrigação de registrar cuidadosamente o comércio com a ajuda das caixas registradoras citadas. A prática, no entanto, mostra que é diferente entre os presentes.

Afinal, o que devemos fazer como empresário quando a caixa registradora pára de funcionar quando fica irritada? E o mesmo, além de alguns para o último bom momento ... Ou temos uma possibilidade, para não ser forçado a - gerando por um leve motivo perdas - interrupção de vendas?

Com o conselho, chegamos aqui nada surpreendente como uma caixa registradora de reserva. Nos casos em que a caixa registradora é danificada, o contribuinte pode um dia usar o serviço de caixa da reserva. Claro, se ele tiver um. Indubitavelmente, do ponto de vista correto, os empreendedores não têm o dever de ter caixas registradoras excedentes. Eles são pelo menos indicados em particular em lojas estacionárias e supermercados importantes. Em casos excepcionais - que com estabilidade é a deterioração do banco principal -, querendo continuar a vender, verifica-se que a única opção razoável é usar a caixa registradora de reserva. By the way: você pode, claro, ler sobre isso na arte. 111 par. 3 da Lei relativa ao IVA.

O fracasso da instituição financeira é, sem dúvida, nada agradável. Para que possamos salvar a situação usando uma caixa registradora de reserva. Digamos, no entanto, que na época em que o contribuinte deixa de registrar as vendas com o dinheiro no back office, ele deve notificar imediatamente o departamento fiscal competente sobre esse fato. A notificação deve conter documentos como: dados sobre falha do equipamento, bem como informações sobre como substituir o equipamento sobressalente quebrado. Para trás: é importante reservar uma caixa registradora onde as vendas são feitas.